12.000 Km pela Saúde Mental

Montanhas ultrapassam-se em passo de corrida e/ou com uma cidadania ativa: Luís Pereira Amaro (foto de João Vaz)

São imensos os estudos que relacionam favoravelmente a atividade física e a saúde mental. Algo que é do senso comum e intuído por quem faz da corrida, da caminhada, do ciclismo, da dança, ou de qualquer outra atividade física ou desportiva uma prática regular. Também é sabido como o atribulado tempo em que vivemos, devido à pandemia e a outros fatores stressantes como o cada vez mais visível impacto das alterações climáticas, tem potenciado estados de ansiedade nas populações, quando não mesmo situações do foro da doença mental. Neste contexto prevenir e informar são ações de cidadania que se estimulam e aplaudem. Surgiu assim e a nível local o Grupo Saúde Mental – Ultrapassar a Montanha, administrado por 3 profissionais de saúde de Portalegre (Luís Pereira Amaro, Isabel Telo e Teresa Alegre) que em apenas um mês – foi criado em 11/9/2020 – já reúne 2300 membros e sobretudo muita energia positiva. A iniciativa que levou a cabo nos últimos dias tocou-nos particularmente. Mobilizar a população para a execução da atividade física e a sua partilha nas redes sociais como fator de promoção da mesma. Esta uma batalha que travamos, enquanto clube, há já 30 anos e daí que a nossa adesão tenha sido total. Terminou ontem – 10 de outubro, dia mundial da saúde mental – e o Luís Pereira Amaro já fez o balanço – extremamente positivo: 818 atividades e 12416 Km percorridos – da iniciativa. Deixamo-lo aqui hiperligado com o nosso voto de parabéns e o nosso agradecimento, enquanto cidadãos intervenientes na promoção da atividade desportiva. Bem hajam!