Paiva/Nabais venceram SMAT

A dupla Nuno Paiva (EDV Viana Trail) / Marco Nabais (AC Portalegre / UTSM) venceu a 2.ª jornada do TEJO Internacional São Mamede Adventure Trail disputada hoje de manhã sob condições atmosféricas adversas com uma manhã de chuva constante. Percorreram os 22 Km de um circuito centrado em São Julião mas que percorreu locais icónicos como a célebre subida do tubo do UTSM, a cascata do Monte Sete, Sierra Fria e El Pino. Duas horas e treze segundos foi o tempo necessário para os dois campeões portalegrenses percorrerem a dura volta. Em Femininos a vitória pertenceu à dupla Doracília Bicho / Rute Ferreira (AC Portalegre / UTSM) em 2 h 37 m e na vertente mista a tripla Vitorina Mourato / Almerinda Velez / José Velez (AC Portalegre / UTSM) foi a primeira a chegar à meta em 2 h 37 m 39 s. Concluíram a prova 24 das 33 equipas inscritas (88 concorrentes).

Resultados completos

Controlo de Tempos_20JUNHO2021 (wordpress.com)

Com este evento concluiu-se este projeto inovador do Município de Portalegre que consiste em percursos de corrida por trilhos sem marcações, só com orientação por GPS, por equipas com partida com handicap por idade / género e em autonomia total. Foram vários os adiamentos devido à pandemia e não só mas a resiliência de Organizadores e Concorrentes acabou por vencer. Ao ACP coube a Organização técnica e logística do evento e tentámos, como sempre, fazer o nosso melhor.

Fotos do Zé – Álbum 1.

Fotos do Zé – Álbum 2.

Fotos do Zé – Álbum 3.

Fotos do Luís Barreto.

Fotos da Paula Maurício.

Filme do Bruno Neves (em breve).

33 Equipas no regresso aos trilhos

33 equipas, num total de 88 atletas, regressam no domingo aos fantásticos trilhos da serra de São Mamede, para completarem a várias vezes adiada 2.ª jornada do evento TEJO Internacional São Mamede Adventure Trail que o ACP organiza para o Município de Portalegre. A pandemia atrasou em 1 ano a conclusão deste evento inovador, que alia à corrida/progressão por trilhos, as variáveis orientação por GPS, autonomia total e o coletivo, já que os concorrentes se agrupam em equipas de 2 ou 3 elementos. Um rigoroso Plano de Contingência será implementado, desde logo com a Partida das equipas uma a uma com intervalos de 2 minutos. O centro do evento, com 22 Km de extensão e 1000 m de desnível positivo, será a ex-escola primária do Montinho em São Julião, mas a volta, circular, irá a Espanha à Sierra Fria, após uma primeira parte pela serra de São Mamede que incluirá alguns dos mais famosos trilhos do UTSM como a “subida do tubo”, uma íngreme parede com 45% de inclinação que põe à prova a capacidade física de quem a enfrenta. A pouco e pouco a normalidade retorna às nossas vidas e o ACP continua o mesmo de sempre, com o mesmo lema: contribuir para o desenvolvimento desportivo do Alto Alentejo. Inspirar.

Rafael Realinho e Diogo David vencem TAC

Rafael Realinho (ACP) nos Iniciados e Diogo David (ACP) nos Infantis venceram o Torneio Atleta Completo Regional da AADP disputado na tarde de sábado na Pista de Elvas. No mesmo evento Maria Baptista (ACP) foi a 5.ª iniciada. Os treinos da Alcateia Jovem desenvolvem-se no Estádio Eduardo de Sousa Lima em Portalegre às terças e quintas pelas 18 h orientados pela técnica Rute Costa. São gratuitos.

Almerinda e Vitorina enlouqueceram a Reixida

Almerinda Velez (ACP) e Vitorina Mourato (ACP) terminaram a par no TOP 6 em 4 h 13 m 25 s a distância longa (30 Km) da clássica Trilhos Loucos da Reixida (Leiria), marcando 1.ª e 2.ª na sua categoria etária F55. A prova, uma das etapas da Taça de Portugal da ATRP, que consiste numa sucessão de trilhos técnicos ainda mais escorregadios devido à trovoada da véspera, foi disputada sob temperaturas e humidade muito elevadas (25º C e 70%). O ACP completou a participação com o 5.º posto M60 de José Velez (ACP).

Oscar Romero 19h para 123 Km na Ruta Vetona

Desafio adicionado para a estreia de Oscar Romero Duran (ACP) na ultra distância. Escolheu a Ruta Vetona, os 100 Km de Béjar, mas a tormenta que se fez sentir presentearam-no com mais 23! Apesar de um engano que o fez correr quase mais 25 Km Oscar conseguir entrar em 79.º da geral com 19 h 36 m 07 s. Superlativa superação pessoal está mais que documentada com os percursos feitos que são evidências no Strava( 98 Km + 25 Km). Assim Óscar aguarda o veredito mas nas pernas tem 123 Km em 19 hora.

Óscar termina após 19 h e 123 Km nos trilhos de Béjar.