São Silvestre anima confinamento

Sozinho ou em pequenos grupos corra a São Silvestre de Portalegre de 2020

Miguel Ladeira (C4E) e Vitorina Mourato (ACP) lideram a Corrida de São Silvestre de Portalegre (virtual) que o ACP organiza até amanhã, dia 31 pelas 24 h. Para participar basta percorrer a correr ou a caminhar o percurso de 7, 7 Km disponibilizado, gravar a actividade numa aplicação com GPS e fazer o carregamento da mesma para a APP Strava como Corrida. Sozinhos ou em pequenos grupos foram já muitos os participantes que assim mantêm o saudável hábito da prática do Atletismo em período de confinamento. A seguir à São Silvestre o ACP propõe – entre 1 e 10 de janeiro – a versão virtual do seu Corta-Mato que funciona nos mesmo moldes.


Resultados masculinos provisórios
Resultados femininos provisórios
Sérgio Carinhas e Nuno Jorge que hoje estreou a “amarelinha”.
A Corrida de São Silvestre de Portalegre começa e termina junto ao novo ícone da cidade, a estátua do poeta José Régio na Praça da República.

Gonçalo Carita liga Nisa a Fátima em 14 h 30 m

– Não podemos parar porque quando não pudermos fazer nada ficamos a pensar nas coisas que podíamos ter feito! – assim se nos referiu Gonçalo Carita, o nosso atleta de Nisa de Ultra Trail à sua mais recente proeza, concretizada ontem. Ligar Nisa a Fátima por um percurso off-road, 126 Km D+ 2000 m, que completou em 14 h 31 m 45 s. Um desafio pessoal acompanhado por família e amigos a quem agradeceu publicamente:

Atleta de coração grande que terminou este penoso ano de 2020 com um generoso ato de fé. Que os seus passos nunca sejam em vão são os votos com que terminamos esta referência a mais um projeto superado.


Angel Cantillo TOP30 no Guarrino

Em Espanha as corridas recomeçam a realizar-se e no domingo (13/12) Angel Cantillo (ACP) voltou a colocar um dorsal para participar nos 22 Km (D+500 m) da Carrera del Guarrino no entorno de Valencia del Mombuey. Foi 28.º (11.º M45) com 1 h 53 m 58 s. Sobre o retorno ao tão aprazível ambiente dos eventos desportivos escreveu na sua página: “Después de no se cuantos meses(desde enero) sin ponerme un dorsal, por fin pudimos correr. Salidas de 4 en 4 y cada 15 segundos. Muchas caras conocidas y muchas ganas de carrera.Un circuito espectacular de constantes subidas y bajadas y con un desnivel considerable. Unos km iniciales muy rápidos (para mi que soy una tortuga ) y luego a mantener y apretar. Zonas de barro en las que me alegré de haber elegido las zapatillas de Trail. (Altra superior 4.5). Llevar a Alberto López Cupido siempre cerca, me ha ayudado a mantener un buen ritmo( gracias).Al final 3 km de apretar lo q he podido y muy muy contento.”

São Silvestre e Corta-Mato com versões virtuais

Portalegre vai ter mais duas corridas virtuais propostas pelo ACP em dezembro e janeiro. No final do ano (entre 21 e 31 de dezembro) propomos a Corrida de São Silvestre com uma extensão de 7,7 Km pelas principais artérias da cidade e, entre 1 e 10 de janeiro, mais uma edição do Corta-Mato do ACP, este ano com características diferentes mas com um percurso de 7,5 Km muito apelativo.

Clique e conheça o percurso da São Silvestre de Portalegre
Dorsal para a Corrida de São Silvestre.
Clique e conheça o percurso do Corta-Mato do ACP 2021

Que fazer para participar?

Basta percorrer o percurso dentro do período assinalado e carregar a atividade para a aplicação STRAVA como Corrida até ao final do dia seguinte ao final do desafio (até dia 1/1 para a São Silvestre e até 11/1 para o Corta-Mato).

Quanto custa?

É gratuito.

Beneficio de seguro?

Não. Ao não haver uma inscrição formal e ao ter uma concretização não enquadrada não é possível subscrever qualquer seguro pelo que a participação decorre por sua conta e risco.

Que cuidados devo ter?

Tenha em consideração o trânsito. Corra preferencialmente pelos passeios sem incomodar outros transeuntes.

Posso repetir a participação?

Sim, dentro do período considerado, corra as vezes que quiser. Para a lista ordenada de classificação tomaremos em consideração o seu melhor resultado cronométrico.

Há prémios?

Sim. Os vencedores absolutos (Masculino e Feminino) de cada um dos eventos terá uma inscrição gratuita na 9.ª edição do UTSM – Ultra-Trail de São Mamede (7 e 8/5/2021). Caso já se encontre inscrito poderá oferecer a inscrição a outrem.

Os 3 mais rápidos (masculinos e femininos) receberão uma máscara reutilizável com design exclusivo.

Há Dorsal virtual?

Sim. Será disponibilizado nas páginas do eventos no Facebook.

Que mais posso fazer?

Convide amigos e família a participarem também. Podem fazê-lo como uma simples Caminhada. Divulgue a sua participação nas redes sociais com Fotos e com a hashtag #acpcorridasvirtuais

Desafio PLANO na próxima semana

Termina na próxima semana o primeiro Portalegre Strava Challenge, desafios de corrida/caminhada virtual com que temos procurado animar os entusiastas da corrida nestes tempos de confinamento. É gratuito e muito informal. Basta ter uma conta na aplicação de monitorização de atividade física STRAVA, aderir ao clube PORTALEGRE STRAVA CHALLENGE e, entre segunda, 2, e domingo, 8, completar o percurso da Estrada do Carvalhal das Vinhas gravando-o na Aplicação. Aparecerá automaticamente no segmento Carvalhal das Vinhas N/S e já está. A distância (menos de 3 Km) não afasta ninguém e a maioria dos participantes integra o segmento num treino mais longo.

👉Inscrição👉https://www.strava.com/clubs/730049/group_events/825054
🌍https://www.strava.com/clubs/PtgStravaChallenge
😈Segmento 👉https://www.strava.com/segments/10824686
👉Resultados anteriores 👉https://www.strava.com/clubs/730049/posts/12362608

Classificações dos 2 primeiros desafios:

Desafio Atleta Completo SUBIDA

Desafio Atleta Completo DESCIDA

Desafio Atleta Completo GERAL 2 EVENTOS

ACP 4.º no Nacional de Endurance

Inesperado mas particularmente saboroso. O ACP – Atletismo Clube de Portalegre / UTSM classificou-se em 4.º lugar, por equipas, no Campeonato Nacional de Trail, especialidade de Ultra Endurance, disputado neste fim-de-semana nas serras da Estrela e do Açor. O atleta nisense Gonçalo Carita (ACP) foi o mais bem classificado (12.º da Geral e 5.º sénior) completando o percurso de 100 km (D+5520 m) entre a aldeia de Piódão e as Penhas da Saúde em 13 h 51 m 11 s. No TOP 50 entraram os outros dois componentes da equipa: Hélder Melo (ACP) foi 49.º (20.º sénior) com 18 h 13 m 48 s e Filipe Afonso (ACP) o 50.º (21.º sénior) com 18 h 15 m 25 s. Uma prestação magnífica que confirma o estatuto do ACP entre a élite do trail nacional.

Gonçalo Carita 12.º no Nacional de Endurance
Filipe Afonso e Hélder Melo no Piódão à Partida (20 h de sexta, 23) do EstrelAçor
Filipe Afonso numa longa noite de prova (foto José Gonçalves)
A passagem pela Torre aconteceu pela madrugada para Hélder e Filipe
Gonçalo Carita e o ACP “voaram” na Serras da Estrela e do Açor

Casanova 3.º M55 em Fátima

“Nunca fiz uma prova com tanto barro e lama!” – assim se referiu António Casanova (ACP) à participação desta manhã no Trail Curto de Fátima em que foi 3.º M55 (e 50.º da Geral) com 2 h 54 m 20 s nos 16 Km Km do percurso. É o tímido regresso das competições, com novas normas sanitárias e sem público, que tanto animam a prática desportiva.