Órgãos Sociais eleitos em noite de UTSM

O ACP – Atletismo Clube de Portalegre realizou ontem pelas 21 h 30 m mais uma Assembleia-Geral, esta de grande importância pois destinava-se a aprovar as contas de 2020 e a eleger os órgãos sociais para o biénio 2021/2022. Foi escolhida a data de 7 de maio pois seria à hora que decorreu a Assembleia que teria sido dada a Partida para mais uma edição do UTSM – Ultra Trail de São Mamede, adiado pelo 2.º ano consecutivo devido à pandemia. Os sócios presentes aprovaram as contas por unanimidade – a situação financeira do clube é sólida e permite encarar sem preocupações de maior a próxima edição do grande evento -e também elegeu por unanimidade a única lista que se apresentou a sufrágio. João Paulo Albuquerque, o presidente da mesa da assembleia considerou que o fato de dois dos sócios fundadores continuarem, 30 anos após a fundação do clube, a assegurarem a sua liderança é fruto “da confiança” gerada. Por sua vez João Carlos Correia, o presidente da Direção reeleito, considerou “que haverá um momento em que alguém mais novo e igualmente motivado terá que assegurar a liderança dos destinos do clube” mas, por enquanto, aceita com agrado as tarefas associadas à condução dos destinos do clube na certeza que num clube que funciona de forma aberta com o contributo da mais de uma centena de elementos que o constitui será fácil, nos momentos mais exigentes, contar com o trabalho de todos. Quanto à constituição da lista referiu que não há grandes mudanças. Quem estava continua, com substituições pontuais por pessoas que se têm revelado nos últimos tempos mais disponíveis. A riqueza do ACP são as pessoas e para além dos eleitos há gente com qualidade e capacidade para formar outros órgãos igualmente competentes. No ACP todos são soldados e todos são generais. No parecer que Miguel Serafim, presidente do Conselho Fiscal, apresentou à Assembleia, fica sintetizado as características do último mandato, marcado pelas restrições à prática desportiva e à realização de eventos devido ao combate à pandemia: “A Direção do ACP entregou ao Conselho Fiscal a informação existente sobre os movimentos de despesas/pagamentos e receitas/recebimentos. Da análise efetuada aos documentos disponibilizados e também pelo acompanhamento da atividade realizada pelo ACP, é do entendimento do Conselho Fiscal que estão reunidas as condições para emitir parecer favorável, sem reservas, à aprovação das contas relativas ao exercício de 2020. Este foi um ano atípico, fortemente marcado pela pandemia da doença COVID-19 que, para além de muitos outros impactos negativos, condicionou também, de forma decisiva, a prática desportiva em geral. Como não podia deixar de acontecer, a atividade do ACP na organização de eventos e a prática do atletismo pelos seus atletas/associados ressentiu-se de forma assinalável. Ainda assim, a Direção do ACP procurou sempre manter a ligação com os associados, estimulando a prática do atletismo em condições de segurança e de salvaguarda da saúde pública, seguindo todas as orientações das autoridades, e realizou algumas iniciativas, nos períodos em que a situação epidemiológica permitiu aligeirar as medidas de confinamento. O Conselho Fiscal louva a Direção do ACP por, mais uma vez e num contexto extremamente difícil, ter dado um exemplo de responsabilidade na condução da atividade do clube, reforçando a credibilidade da instituição, dos seus associados e praticantes.”

Esperamos que os próximos tempos sejam mais favoráveis e que o ACP possa continuar, sem qualquer hesitação, a cumprir a sua missão: contribuir para o desenvolvimento desportivo do Alentejo. Inspirar. Os novos titulares tomarão posse no dia 21 de maio de 2021.

Assembleia-geral – João Paulo Coelho da Silva Albuquerque – Presidente, Ana Margarida Camejo Vintém e João Paulo Costa Henriques; Conselho Fiscal – José Miguel Moreira Serafim – Presidente, Emílio João Canhão Paulino e Paula Cristina Lizardo de Matos; Direção – João Carlos Pinheiro Correia – Presidente, José Fernando Carrajola Carvalho Miranda – Vice-Presidente, Luís Fernando Belchior Maurício – Secretário, Maria Vitorina Anselmo Mourato – Tesoureira, Ana Rita Maurício Ventura, Bruno Manuel da Silva dos Santos Neves, Hélder Francisco Correia de Melo , João Miguel Louro Farinha, José Manuel Cascalho Moisés, Rui José dos Reis Monteiro e Sérgio Rui da Silveira Lança Carinhas

Velezes no ZUM

Almerinda Velez (ACP) venceu o escalão F50 do Zela Sky, um evento com 21 Km D+1500 m integrado no ZUM – Zela Ultra Marathon, realizado hoje e que a nossa atleta completou em 3 h 29 m 36 s. Foi a 9.ª da Geral. José Velez (ACP) também logrou terminar, num evento de grande exigência pela dureza e tecnicidade dos trilhos. Foi 116.º da Geral e 12.º M50 com 4 h 20 m 46 s. Parabéns a ambos.

José Velez
Almerinda Velez 1.ª F50 em Vouzela

ACP apresenta contas e vai a votos

Realiza-se na próxima sexta-feira, dia 7, a Assembleia-Geral anual do Atletismo Clube de Portalegre, que será eleitoral. Na mesma apresentar-se-ão as contas relativas ao exercício de 2020 e proceder-se-á ao escrutínio da única lista que se apresentou a sufrágio e que é constituída pelos seguintes candidatos: Assembleia-geral – João Paulo Coelho da Silva Albuquerque – Presidente, Ana Margarida Camejo Vintém e João Paulo Costa Henriques; Conselho Fiscal – José Miguel Moreira Serafim – Presidente, Emílio João Canhão Paulino e Paula Cristina Lizardo de Matos; Direção – João Carlos Pinheiro Correia – Presidente, José Fernando Carrajola Carvalho Miranda – Vice-Presidente, Luís Fernando Belchior Maurício – Secretário, Maria Vitorina Anselmo Mourato – Tesoureira, Ana Rita Maurício Ventura, Bruno Manuel da Silva dos Santos Neves, Hélder Francisco Correia de Melo , João Miguel Louro Farinha, José Manuel Cascalho Moisés, Rui José dos Reis Monteiro e Sérgio Rui da Silveira Lança Carinhas.

O ACP, que se afirma como um “clube de praticantes”, celebrou este ano o seu 30.º aniversário e a lista candidata tem como objetivos dar continuidade aos projetos em curso, focados no eventos desportivos (participação nos mais emblemáticos e nos da região e organização de eventos inspiradores, nomeadamente o UTSM – Ultra Trail de São Mamede). Dependendo das dinâmicas que for possível criar, um pouco afetadas pelo contexto pandémico que ainda se vive, pretende expandir a atividade aos interesses e disponibilidade dos seus associados.

Oscar 70 Km em 7 h entre Valencia e Carbajo

Oscar Romero Duran (ACP) ligou hoje Valencia de Alcántara e Carbajo e volta em 7 h 01 m 52 s (8:23.51 com as paragens). 70 Km de um reto pessoal que soma aventuras aos nossos corredores de ultra distâncias neste tempo em que as competições têm sido escassas. Oscar tem como grande sonho completar o UTSM mas os dois adiamentos da prova em 2020 e 2021, devido à pandemia, têm adiado esse desafio. A preparação, no entanto continua e hoje, com a colaboração dos amigos Ismael e Esteban, foi dado mais um grande passo. Parabéns a todos!

Uma aventura entre Feria e Miraflores

Odilo González Blanco (ACP) ligou hoje a correr por trilhos os castelos de Feria e Miraflores (Alconchel), uma aventura de 79 Km que completou em 11 h 28 m 19 s. Este repto desportivo foi um desafio pessoal para o qual contou com a colaboração de mais 2 lobos (Fernando Alvez Barrero e Angel Cantillo) para além da família e amigos. A chegada foi quase apoteótica e o percurso magnífico, por entre pitorescos pueblos da Extremadura espanhola, incluindo alguns trilhos serranos pujantes de primavera ladeados pela fantástica Rosa de Alejandría. Ao Odilo e toda a sua equipa no terreno os nossos parabéns!

Odilo 100 Km entre castelos

A pandemia não trava o sonho de correr distâncias aos lobos do ACP. Amanhã Odilo González vai tentar ligar os castelos de Feria ao castelo de Miraflores, em Alconchel. Um repto de quase 100 km que tentará correr em solitário. Desejamos-lhe muita sorte e aqui voltaremos para contar os pormenores do grande desafio.

Castelo de Feria

Castelo de Alconchel

Filipe Afonso no Nacional de Trail

Filipe Afonso (ACP) classificou-se em 119.º Masculino e 26.º M40 entre os 344 finalistas do Campeonato Nacional de Trail disputado no evento Trilhos do Pastor na manhã de sábado centrado na Batalha. Completou os quase 36 Km do percurso com um D+ 1700 m em 4 h 05 m 03 s, a uma velocidade de 8,724 Km/H, num percurso dificultado pela chuva caída. Com esta participação o atleta do Fundão que nos representa desde que iniciou a sua atividade de corrida e é um dos elementos preponderantes do PAC Carreiras do UTSM, cimentou a sua posição de regularidade nos principais eventos do calendário nacional em representação da equipa.

Filipe Afonso (foto de José Gonçalves)

Comunicado: adiamento do UTSM para 6 e 7/5/2022

COMUNICADO

9.ª edição do Ultra-Trail de São Mamede

Data muda de 7 e 8/5/2021 para 6 e 7/5/2022

É pública a situação absolutamente extraordinária que o combate à pandemia COVID-19 continua a colocar à população mundial, europeia e portuguesa, assim como a legislação extraordinária que foi publicada nos últimos 12 meses e os sucessivos estados de emergência (13) e de confinamento a que temos estado sujeitos.

Embora o Plano de Desconfinamento ontem anunciado pelo Governo da República aponte para uma possibilidade da organização de grandes eventos a partir de 3 de maio, também indica claramente que as sucessivas fases de desconfinamento podem ser alteradas se os números de infetados não confirmarem a linha descendente que se verificou na situação de confinamento total, que se seguiu à chamada 3.ª vaga. A concretização, dentro de menos de dois meses, da agendada nona edição do UTSM – Ultra Trail de São Mamede, dependeria assim de fatores que na verdade ninguém controla e a sua complexa preparação e montagem (110 Km de trilhos em 4 concelhos e 2 países) exige. 

Face a estas circunstâncias a Direção do Atletismo Clube de Portalegre decidiu o seguinte:

1. Realizar a 9ª edição do UTSM – Ultra Trail de São Mamede nos dias 6 e 7 de maio de 2022, cancelando a anunciada data de 7 e 8 de maio de 2021.

2. Manter efetivas as inscrições já realizadas.

3. Permitir a mudança total de dados, sem qualquer custo adicional, nas inscrições atualmente confirmadas, no período compreendido entre 1 de janeiro de 2022 e 31 de março de 2022.

Agradecemos a todos os participantes a melhor compreensão e a todos os que colaboram com a Organização todo o apoio que nos têm dado, bem como à ATRP que de novo concedera ao UTSM a realização do Campeonato Nacional de Trail Ultra Endurance no evento.

Com resiliência ultrapassaremos tantas dificuldades e regressaremos com a dinâmica e o ambiente festivo que o UTSM conheceu nas 8 edições realizadas entre 2012 e 2019.