manuel-milhinhos
Manuel Milhinhos num dia grande: na Meta da Maratona!

Este artigo fala de dois abandonos em competição. Sim, no ACP os abandonos também são notícia por boas razões. Colocamos o foco nas melhores classificações e nos pódios mas também e sempre na participação de todos. Para os lobos de Portalegre tão importante são as movimentações dos lobos alpha que andam na frente como a de cada lobo que ande no meio ou na cauda do pelotão. E tão importante como chegar à Meta é o esforço para chegar à Partida. Quem não corre e vê as fotos do convívio nas corridas e das sorridentes chegadas à Meta pensa que isto das corridas a pé é só prazer. Não, tem também uma dose por vezes impressionante de sofrimento, de esforço titânico e, por vezes, não dá. No FDS que passou não deu para o infatigável Fernando Alvez Barrero que alinhou nos 130 Km da Gran Vuelta Valle del Genal mas teve que abandonar aos 83 Km após 15 horas de corrida. Escreveu no seu mural: “Estoy vacío, desorientado y mentalmente roto para afrontar 42 km. hasta meta. Gracias por vuestros ánimos“. Passem pelo site do evento e vejam só o que ele perdeu e o que ele ganhou. Ganhou 83 Km entre “pueblos” maravilhosos do sul de Espanha. Chegar à Meta. Essa é a experiência habitual, não chegar foi a experiência possível no dia específico. Palavra de conforto também para o Manuel Milhinhos que tentou a curta do Valentrail mas partiu já com um pé ferido. Lobos que é lobo tenta, mas lobo que é lobo usa a cabeça não só para mandar no coração mas também para reflectir e não abandonar nos … desafios seguintes! Para os dois é hora de lamber as feridas e preparar as próximas incursões em passo de corrida no nosso maravilhoso planeta Terra!

valle-del-genal
Lobo Fernando Alvez Barrero uivou durante 15 h no Valle del Genal
Anúncios