Reunião do calendário 2017

Sala cheia na reunião do calendário do ACP para 2017. A Direção do ACP apresentou ontem aos atletas as ideias mestras do calendário competitivo para 2017. A partir duma proposta concreta os sócios/praticantes presentes na reunião puderam participar na construção da programação daquele que se prevê venha a ser um ano na linha dos anteriores com um incremento na quantidade, qualidade e diversidade da participação em eventos, prevendo-se que seja ultrapassada largamente a centena.. A partir da ideia base “uma mão cheia de ideias” os principais objectivos definem-se em torno de 5 eixos, os 5 dedos duma mão sempre disponível para promover a corrida e o Alto Alentejo: a) participação no Campeonato Nacional de Trail; b) todos juntos 1 vez por mês; c) veteranos nos Nacionais ANAV; d) participação no Campeonato Nacional de Estrada FPA; e e) ACP clube de Maratonistas. No ponto a) pretende-se focar a prestação competitiva dos mais competitivos trail runners do clube no Nacional de distância até Maratona, na tentativa de continuar a lutar pelo título nacional como tem acontecido nos últimos 3 anos. No ponto b) o enfoque será na reunião regular (1 vez por mês em média) de uma grande quantidade de atletas num mesmo evento já que a diversidade de participações e a dispersão geográfica das mesmas sendo saudável e um sintoma da saúde desportiva do clube “exige” como contrapartida momentos de partilha colectiva regulares. No ponto c) procurar-se-á que os nossos “veteranos de luxo” possam participar nalguns dos Campeonato Nacionais Masters e neles afirmar o seu reconhecido valor. O mesmo objectivo é perseguido na alínea d) em que se procurará estar presente com os melhores no Nacional de Estrada FPA. Finalmente o foco e) na participação em Maratonas em Portugal e no estrangeiro. São cada vez mais os membros do clube que elegem a participação na mítica distância olímpica como um objectivo de “carreira” pelo que o enfoque passa por afirmar o ACP como um clube de referência não só de trail runners mas também de maratonistas. A proposta do calendário partiu da identificação das actuais características do clube mas não deixou de reflectir sobre a importância de se encontrar um meio de voltar a dar protagonismo às camadas jovens, que tem funcionado mais como formação e menos na vertente da participação em competições. A maior parte dos eventos em que o clube participará estará publicamente disponível na página Calendário, sendo de realçar que o conceito Liberdade (no sentido de cada membro do clube competir onde e quando lhe apetecer sem orientações rígidas) vai continuar a ser uma das marcas da Alcateia. Muito vão uivar os lobos em 2017 por essa Europa fora!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.