Correu bem a Maratona de Badajoz para os lobos e para os portalegrenses em geral. Com exceção de Vítor Cordeiro, que desta vez registou um raro abandono, os restantes 6 lobos presentes melhoraram RP ou estiveram perto dessa proeza. Luís Semedo foi o melhor em termos absolutos e embora tenha ido a Badajoz somar Km para os trails conseguiu um TOP10  com 2 h 39 m 20 s, dando uma machadada de 7 m 33 s no marca pessoal estabelecida em 2015. Também com RP substancialmente melhorado esteve Francisco Costa 38.º e 4.º M45 com 2 h 54 m 50 s. Emílio Paulino esteve ao seu habitual alto nível competitivo vencendo o escalão M55 com facilidade (51.º da Geral) e obtendo excelentes 2 h 58 m 45 s. Entre as 3 h e as 4 h, registo de excelente condição física para quem consegue marcas nesse intervalo, tivemos Paulo Rodrigues que regressou aos seus melhores momentos conseguindo 3 h 22 m 04 s (138.º), Paulo Gandum, que retalhou a marca com que se estreara no Porto obtendo 3 h 59 m 29 s (363.º) e Manuel Milhinhos, que embora pagando a fatura de um início demasiado rápido, estreou-se com sucesso entrando em 377.º de 468 finalistas com 4 h 03 m 25 s, marca que melhorará substancialmente numa próxima oportunidade. Detetamos mais 3 portalegrenses em competição e todos com ótimo desempenho, a começar pelo vencedor absoluto do evento, Bruno Paixão, com um excelente RP de 2 h 21 m 38 s, passando por Nuno Carpinteiro, 7.º e 3.º M20 com 2 h 35 m 08 s terminando com o progressivo Joaquim Almeida 88.º com 3 h 09 m 55 s.

Resultados completos. 

Fotos do evento.

 

Anúncios