Roberto Tomé na élite nacional
Roberto Tomé na élite nacional

Apesar de completamente virados para os aspetos organizativos não deixámos de participar no nosso próprio evento e de nele conseguir resultados interessantes. Avulta a vitória de Luís Semedo nos 42 Km do TLSM (Marvão > Portalegre) mas também as magníficas estreias na distância dos 3 dígitos de Roberto Tomé (11º com 12 h 11 m 42 s), de Emílio Paulino (54º com 14 h 22 m 03 s e vencedor do escalão M55) e  de Hélder Melo (78º com 14 h 53 m 59 s). Francisco Costa (55º da Geral e 4º M45) com 14 h 22 m 03 e Fernando Barrero (104º da Geral) com 15 h 43 m repetiram com sucesso a distância. Já Vítor Cordeiro voltou a conhecer o azar quando seguia, aos 45 Km, no grupo que perseguia Hélder Ferreira, o vencedor, tendo que desistir vítima de queda num dos muitos troços técnicos do percurso.

Luís Semedo venceu o TLSM
Luís Semedo venceu o TLSM

Também Rui Monteiro e Paulo Rodrigues desistiram, fruto do muito trabalho que a preparação do evento obriga e a que eles não se excusam. Por equipas conseguimos o 8º posto bem longe dos pódios que temos alcançado em todas as provas do circuito nacional. Não fomos felizes em casa. Nos restantes eventos Ricardo Cordeiro alcançou o 64º posto no TLSM com 5 h 49 m 53 s e, no TCSM Nuno Rodrigues terminou em  4 h 08 m 21 s,  Sara Madeira em 4 h 30 m 30 s, Regina Pinheiro 4 h 47 m 43 s (1ª F45), Daniel Madeira 5 h 34 m 35 s e José Morujo 7 h 34 m.

Mas o UTSM foi essencialmente uma vitória organizativa do clube e muitos destes atletas alinharam na prova após uma semana extenuante de trabalho e com escassas horas de sono pois a véspera e as primeiras horas do UTSM foram simplesmente imperdíveis e nós adoramos viver os acontecimentos.

Anúncios