Emílio Paulino e Bruno Paixão

É difícil afrouxar o ímpeto dos nossos lobos mais resistentes. Num FDS em que a maior parte aproveitou para recarregar baterias o Bruno Paixão e o Emílio Paulino mostraram como as têm com a carga no máximo. No sábado ao fim da tarde Bruno Paixão venceu o 33º Cross del Cordero, na distância de 6 Km, última das 10 corridas do Circuito Diputación de Badajoz/FEA, já com o motor do carro a trabalhar para vencer a distância que separa a localidade extremenha da Moita onde de manhã alinhou na 14ª Meia Maratona Ribeirinha da Moita onde foi 3º com 1 h 9 m 04 s. Neste evento fez-se acompanhar do Emílio Paulino que foi 7º M50 com 1 h 22 m 13 s. Alcateia do ACP não pára a correr a península ibérica de lés a lés.

Anúncios