São Silvestres no dia 31: Avis, Don Benito e Burguillos

Corridas de São Silvestre: animação garantida para miúdos e graúdos

O dia de São Silvestre é a 31 de dezembro e este ano serão imensas as corridas neste dia. O ACP estará pelo menos em 3: Don Benito  e Burguillos del Cerro, em Espanha, e Avis, uma das mais antigas de Portugal. Nesta estará o grosso da coluna – inscrevemos todos os filiados – e dado que a prova é bastante cedo (14 h para os jovens e 15 h para a prova absoluta) é necessário atenção à alimentação e sobretudo à hora da partida, por inusitada: 11 h 45 m). Responsáveis pelos transportes: Efectivos – Bruno, Sérgio, Pinto e Albuquerque; Suplentes – Costa, Emílio e Paulo Rodrigues.

500º resultado de 2011 conseguido hoje em Almaraz

Bruno Paixão voltou a competir hoje em Espanha, na Carrera de Navidad de Almaraz, conseguindo a 2ª posição com 12 m 20 s em “curtos”  4 Km. A principal curiosidade reside que este foi o 500º resultado oficial conseguido por atletas do clube durante o ano civil de 2011. Nos escassos dias que faltam para o ano terminar ainda amealharemos mais alguns. Conheça o ponto da situação.

2 de janeiro treinamos para o UTSM

Dia 2 de janeiro 40 Km nos trilhos do UTSM

Serão várias as sessões públicas de free running preparatórias do UTSM. Um dia após a abertura das inscrições realiza-se a primeira delas e é logo desafiante. Trata-se de ir da partida até ao PAC3 (Antenas, o ponto de maior cota) seguido da 2ª parte do TSM (das antenas, passando pelo Reguengo e chegada ao estádio). Serão ao todo cerca de 40 Km e 4 contagens de montanha. O ritmo será calminho – o equivalente a 6′ – 6′ 30″ o Km em estrada –  e serão feitos em regime de completa autonomia, aconselhando-se que cada participante transporte consigo 2 l de água e cerca de 1000 calorias de alimento. A partida acontecerá às 8 h do dia 2 de janeiro junto ao estádio dos Assentos. Não há inscrições prévias e não serão prestados quaisquer serviços mas os interessados poderão contactar-nos previamente para esclarecermos pormenores. Há a hipótese de parar no PAC1 (Viveiro Florestal, aos 8 K), PAC2 (Alegrete, aos 14 K) e PAC3 (Antenas, aos 28 K) mas o transporte terá que ser assegurado pelos interessados. No fundo apenas oferecemos a companhia da alcateia ACP mas a alcateia ACP é uma grande companhia. ON THE ROAD TO, i.e., ON THE TRAIL TO … 19 de maio de 2012, o dia D!

Feliz Natal e próspero Ano Novo

ACP deseja a todos um feliz Natal!

Ontem a alcateia ACP treinou pelas ruas do comércio tradicional naquilo a que costumamos chamar a corrida do pai Natal. Foi a nossa forma de animar(-nos) nesta quadra natalícia e também de alguma forma promovermos a própria corrida entre as pessoas que nesse momento se encontram a fazer as habituais compras de Natal. Aproveitamos o ensejo para desejar a todos os votos de umas festas felizes e de um novo ano cheio de espírito empreendedor para ultrapassarmos a dura corrida que temos pela frente. A todos os que connosco colaboraram no ano que agora terminam o nosso Bem Hajam!

Ângela Mendes 52.22 na S. Silvestre do Porto

Ângela Mendes colocou uma amarelinha no meio do enorme pelotão.

Como anunciáramos Ângela Mendes participou ontem à tarde na Corrida de S. Silvestre do Porto e foi 2296ª entre os 5 milhares e meio de participantes na corrida percorrendo os 10 Km em 52 m 22 s (54 m 44 s oficiais). O enorme pelotão e as dificuldades do trajeto, com uma altimetria significativa, valorizam o resultado da Ângela que foi 71ª F20.

Bruno, Emílio e Vitorina venceram “Meia” de Navalmoral

Paulino, Costa, Correia, Paixão e Vitorina movidos a energia nuclear de Almaraz

Bruno Paixão venceu hoje de manhã a III Meia-Maratona Valdehuncar – Navalmoral correndo-a em 1 h 6 m 35 s, contra 1 h 10 m 20 s do 2º classificado, o peruano Jorge Pizarro. Para além do Bruno os nossos dois veteranos “de luxo” também subiram ao degrau mais alto do pódio: Emílio Paulino foi 24º da geral e 1º M50 terminando uma “meia” difícil (D+298 m, D-377 m, 1 a 4º C) em 1 h 19 m 49 s e Vitorina Mourato foi 5ª da geral feminina (120º com masculinos incluídos) e 1ª F45 com 1 h 29 m 44 s. Fora dos pódios – por enquanto 😉 – mas com excelente recordes pessoais regressaram Francisco Costa com 1 h 25 m 11 s  (61º e 8º M45) e João Correia com 1 h 31 m 14 s (137º e 19º M45). A prova – uma meia-maratona rural com cerca de meio milhar de concorrentes – foi um modelo de boa organização e de bom ambiente. Voltaremos lá.

Resultados completos.

Fotos da prova.

Bruno rodou a 2.52 na S. Silvestre do Crato

Bruno Paixão disputou a vitória na SS do Crato

Bruno Paixão correu hoje a XIV São Silvestre do Crato a uma média de 2.52 para assegurar que, na última das 4 voltas a um rápido mas não muito fácil circuito, ainda se encontrava na luta pelo pódio face a forte concorrência. Acabou por terminar em 3º lugar os 5, 5 Km gastando 15 m 35 s contra os 15 m 24 s de Luis Feiteira (Garmin) e os 15 m 25 s do ucraniano Roman Prodicus e com um bom avanço sobre Jorge Miranda (Benaventense) 15 m 48 s e Ricardo Mateus (Sporting) 16 m. Houve bons valores em todas as categorias e apenas houve mais um ACP no pódio, o iniciado Simão Albuquerque, em 2º.

5500 m

Bruno Paixão (2º M20) – 15.35

20º André Trindade (9º M20) – 18.19

45º João Farinha (14º M20) – 19.43

53º Hélder Melo (18º M20) – 20.03

64º Sérgio Carinhas (7º M40) – 20.39

69º Paulo Rodrigues (8º M40) – 21.12

71º Rui Monteiro (9º M45) – 21.47

79º Luis Pinto (9º M40) – 22.34

80º Luis Maurício (10º M40) – 22.37

92º Paula Matos (5ª F40) – 24.20

95º José Reis (25º M20 ) – 24.47

96º Fernando Carvalho (11º M40) – 24.48

104º Sara Coelho (6ª F20) – 27.27

105º Catarina Carinhas (4ª F19) – 27.29

1400 m

2º M15 – Simão Albuquerque – 4.31

6ª F15 – Inês Carvalho – 5.38

7ª F15 – Marta Carinhas – 5.53

200 m

8º M09 – Luis Carvalho – 0.27

Consulte os Resultados completos.

Fotos da participação portalegrense.

UTSM qualifica para o UTMB

Usar este símbolo no UTSM será para nós um orgulho!

The North Face® Ultra-Trail du Mont-Blanc® é uma organização gigantesca na área do trail running, sem dúvida a referência a nível mundial. Conseguir um lugar entre os fabulosos 10.000 atletas que anualmente se propõem enfrentar esse enorme desafio não é fácil e não basta estar preparado. Há que participar e terminar anteriormente provas qualificativas que os habilitem como aptos a poder envergar o dorsal UTMB. Essas provas são definidas pela organização do UTMB após candidatura das organizações. Foi o que fizemos após muito trabalho de campo. Apresentámos a nossa candidatura e ao recebermos hoje a resposta que o nosso UTSM – Ultra-Trail da Serra de São Mamede, que estamos a gerar com tanto desvelo, ia ser qualificativa para o UTMB atribuindo 2 pontos (numa escala de 2 a 4) foi talvez o tónico final que necessitávamos para nos sentirmos compensados por tanto trabalho que há que continuar a desenvolver. É um prémio antecipado já que o UTSM ainda não viu realizada a sua 1ª edição mas sabemos bem que vamos conseguir.     19 de maio de 2012: vai ser um dia fantástico em Portalegre!