Fim-de-semana em grande: Almeirim e Tejo!

E chegámos à semana das grandes emoções, com participação ACP em dois grandes eventos: 20 Km de Almeirim, no sábado; e 10 Km Corrida do Tejo Algés – Oeiras, no domingo. No sábado parte-se do sítio do costume pelas 13 h (participarão 7 ACPs: Emílio Paulino, João Borges, João Farinha, Miguel Ladeira, Rui Monteiro, Sérgio Carinhas e Vitorina Mourato). No domingo madruga-se porque a partida será às 5 h do Estádio dos Assentos. Um autocarro de 50 lugares transportará os 42 atletas inscritos (Anabela Monteiro, Ana Gonçalves, Ana Vieira, Ana Vintém, Catarina Carinhas, Dulce Lourenço, Filomena Cordeiro, Joana Monteiro, Lurdes Pinto, Marta Carinhas, Natália Bastos, Nazaré Albuquerque, Paula Matos, Paula Maurício e Vitorina Mourato; André Trindade, Bruno Paixão, Domingos Bucho, Emílio Paulino, Fernando Carvalho, Hélder Melo, João Borges, João Albuquerque, João Carlos Correia, João Farinha, João Monteiro, João Paulo Henriques, José Leandro, José Ramalho, José Reis, Luís Candeias, Luís Maurício, Luís Pinto, Miguel Ladeira, Paulo Rodrigues, Pedro Costa, Pedro Rabaça, Rui Monteiro, Sérgio Carinhas, Simão Albuquerque, Vicente Albuquerque, Vítor Cordeiro). Ainda há alguns lugares disponíveis pelos que os interessados em acompanhar este momento histórico do clube pela módica quantia de 15 € – será a maior comitiva de sempre! – podem ainda contactar-nos. O almoço será no Parque das Nações e há duas modalidades: quem quiser leva farnel e come-o naquele agradável espaço, quem quiser opta por um dos restaurantes da zona. Que ninguém falte! Cá estaremos para contar todas as peripécias de um fim-de-semana fantástico!

4 pódios na Virgen de las Cruces

Bruno Paixão venceu a X Media Maraton Virgen de las Cruces (Don Benito) correndo os 21, 1 Km de um percurso campestre em 1 h 10 m 37 s, menos 10 s que Juan Cano, o 2º classificado. Os atletas do ACP ainda conseguiram mais 3 lugares no pódio: Vitorina Mourato foi a 3ª absoluta e a 1ª F45 com 1 h 34 m 38 s; Emílio Paulino foi o 2º M50 com 1 h 24 m 12 s; e Diana Correia foi a 3ª sénior (6ª da Geral) com 1 h 39 m 57 s. A participação portalegrense completou-se com a excelente estreia da sénior Ana Vintém (4ª do seu escalão e 7ª da Geral) com 1 h 41 m 30 s, com o 54º lugar de João Borges 1 h 28 m 45 s e o 56º lugar de João Farinha com 1 h 29 m 17 s. Prova difícil e 7 ACPês em boa forma. A prova contou com cerca de 300 corredores à partida.

Resultados completos do evento.

2000 amigos no Facebook

O ACP gosta de promover-se através das TIC porque ao promover-se está também a promover a razão da sua existência, esta apaixonante actividade física que é o Atletismo. De uma forma completamente amadora vai aproveitando o muito que a web2.0 coloca ao dispor do comum dos cidadãos para alcançar mais e mais pessoas, enaltecendo o Atletismo, os seus Atletas e a região norte-alentejana e a cidade de Portalegre. A nossa página no Facebook é já uma referência a após alguma procura inicial de amigos agora todos os dias novos utilizadores desta imensa rede social pedem para se nos associar e atingimos há momentos os 2000 amigos. É interessante verificar que para além dos nossos atletas que têm página (apenas 27 presentemente), são nossos amigos grande parte dos melhores atletas portugueses, muitos portalegrenses e gente do atletismo de todo o distrito, muitos atletas espanhóis particularmente extremenhos, muitos latino-americamos (mais hispânicos que brasileiros, curiosamente) e também de vários países europeus e norte-americanos. Um mundo virtual mas que tem real repercussão na imagem que o ACP detêm no exterior porque sentimos bem, nos contactos reais que estabelecemos com as pessoas nas provas, o quanto apreciam esta nossa dinâmica.

Volta do boi

Quem frequenta os balneários do ACP no Estádio dos Assentos sabe que muitas das “discussões” se prendem à volta da volta a dar. Todas elas se encontram baptizadas mas a sua identificação, até agora, só era possível para os iniciados nesta cabalística do treino que é o ACP, uma autêntica sociedade secreta, lol. Mas todos sabem que connosco é tudo às claras, não há segredos que a nossa língua de trapo consiga guardar. Daí que ofereçamos a partir de hoje, aqui no nosso blogue, o percurso das nossas voltas. Começamos com uma das mais populares, a volta do boi. Guardamos para daqui a algum tempo uma das mais enigmáticas, a volta das putas!

8 na Meia-Maratona de Don Benito

Oito atletas do ACP irão participar no próximo domingo, a partir das 10 h, em Don Benito (Espanha) na Media Maratón Virgem de las Cruces: Ana Vintém (estreia na distância), Diana Correia, Vitorina Mourato, Bruno Paixão, Emílio Paulino, João Borges, João Farinha e Vítor Cordeiro. Partida do local habitual impreterivelmente pelas 7 horas.

Bruno Paixão na Volta à Espanha

O Bruno é daqueles atletas que adora correr e não tem parado respondendo afirmativamente a todos os convites que surgem do lado de lá da fronteira. No passado fim-de-semana voltou a estar em 2 frentes. No sábado à tarde esteve em Cabeza del Buey (6 Km)  onde foi 3º perdendo ao sprint com Javier Alves (atleta de 13.11 aos 5000 m) e com um atleta marroquino e no domingo venceu em 31 m 17 s, com quase 3 m de vantagem, os 10 Km de Oliva. De permeio umas centenas de quilómetros … de carro. Encaradas como corrida contínua rápida estas participações do Bruno vão espalhando pelos 4 cantos da Extremadura espanhola a qualidade do atletismo portalegrense.

A lavrar na serra alentejana

Como combinado pelas 8 h 30 da manhã o grupo já se mexia e alongava junto à casa-mãe, a pista de atletismo de Portalegre. O rumo estava mais ou menos definido e a decisão era só o do sentido da corrida. Como começar logo a subir, a subrir, não agradava a ninguém, toca a começar mais a direito em direcão a S. Tiago (Urra). Oito atletas (Rui, Fernando, Ladeira, Borges, Maurício, Paulo, Vitorina e Pinto) lançaram-se a mais uma sessão de ritmo controlado, pelo Nacional 246 fora, a parte menos interessante com longas rectas e algum trânsito. Mas a partir dos 6 Km entra-se no ambiente rural da nossa serra se S. Mamede e são os ritmos naturais do campo que marcam o nosso ritmo de paixão pela corrida. O chilrear da passarada, o cheiro a eucalipto e sobretudo o da terra molhada acabada de lavrar. Bem nos sentimos nós a lavrar também o terreno da melhor forma mas sobretudo o da boa companhia e o do desfrutar da qualidade de vida que temos mesmo aqui à mão. Foram 18 Km a uma média de 5 m 38 o Km, acessível a todos demasiado fácil para alguns. Mas uma equipa é isto mesmo, a partilha e o conseguir encontrar momentos comuns. Houve quem partisse a caminhar a até de bicicleta. A próxima vez? Já hoje para mais alguns de nós noutro local. Amanhã para todos, onde calhar.