Em Vila Nova da Baronia a defender os títulos

Sábado marcamos presença em Vila Nova da Baronia (Alvito) para defendermos os títulos de Campeões do Alentejo de Corta-Mato, masculinos e femininos, que ostentamos com muito orgulho. Não vai ser fácil a tarefa face à onda de lesões  que tem afectado alguns dos nossos melhores atletas e à dificuldade em reunir toda a documentação necessária para que todos  possam participar. Mas já se sabe que o ACP tem sempre um coelho na cartola, normalmente até é uma lebre, pelo que lá estaremos a marcar presença e a conseguir o que se conseguir. Partida às 9 h do sítio do costume. Há almoço e jantar para todos. Viajamos em autocarro cedido pela Câmara Municipal de Portalegre a quem desde já agradecemos.

Mérida: capital da Lusitânia atlética?

Bem se pode dizer que Mérida, a antiga romana Emérita Augusta, se vai tornar no final do mês a capital do atletismo nesta vasta região. No dia 28 de Fevereiro recebe o Campeonato da Extremadura de Cross, no imponente cenário do Circo Romano, uma prova que será televisionada em directo pelo Canal Extremadura e que estreia também o inovador sistema licença por um dia que permitirá trazer ao atletismo federado muitos dos largos milhares de atletas populares do atletismo espanhol. Uma visão aberta que decerto contribuirá para o progressivo desenvolvimento do desporto em geral e do atletismo em particular no país vizinho. Uma semana depois, a 7 de Março, Mérida organiza a 4ª edição da sua Meia Maratona, uma prova que vem em crescendo e que contará com a presença de uma larga comitiva do ACP. Destes eventos daremos mais notícias em tempo oportuno.   

Jantar de Carnaval do ACP

De clube de atletismo a sociedade gastronómica? Bem, nunca se sabe o rumo que as coisas vivas tomam mas parece-nos não ser o caso. A verdade é que o ACP está a tornar-se cada vez mais num grande clube de amigos que gosta de se reunir e deitar cá para fora umas sonoras gargalhadas. O Fernando (Carvalho) enviou-nos agora mesmo um email, com a seguinte proposta: “Boa Noite. Na próxima 2.ª feira dia 15 de Fevereiro vai realizar-se um jantar de Carnaval do ACP, para atletas e familiares, no Restaurante Jorge Isidro a partir das 20h00, pelo que agradeço que todos os interessados me façam chegar até dia 14 de Fevereiro a sua reserva com indicação no numero de pessoas adultas, crianças com menos de 7 anos e entre os 7 e os 11. Ementa – ENTRADAS: Linguiça, farinheira, toucinho frito; Pézinhos de tomatada; Cogumelos gratinados c/bacon
SOPA:Creme aveludado de aves
CARNE: Churrasquinho Alentejano (Mista de carnes grelhadas acompanhadas com esparregado e batata frita)
SOBREMESAS:Doce ou frutas
BEBIDAS: Vinho da Casa, água, sumos, café
Adultos 13,00 €
Crianças dos 7 aos 11 anos 6,50€”

Aguentam-se com esta Maratona? Se sim inscrevam-se contactando o Fernando:

Três estreias em Galveias

Bruno Paixão (ACP –  Portalegre) venceu hoje à tarde em 4 m 40 s a 12ª edição da Milha Urbana de Galveias, uma corrida de 1609 m que para o ACP ficou marcada por mais 3 estreias em competição: o veterano José Rijo, o iniciado Pedro Casaca e a infantil Fátima Paiva. Houve outros bons resultados por parte dos nossos atletas nomeadamente o 2º lugar absoluto feminino de Diana Correia (6.13) e a vitória colectiva, em igualdade pontual com o CEN e com  9 pontos de avanço (35 – 26) sobre os 2ºs classificados, o Clube “Os Elvenses”. Resultados dos 18 atletas ACP presentes: Duarte Tavares (2º Benjamim A  2.30 em 600 m); Diogo Rijo (5º Benjamim B – 6.59); Marta Carinhas (2ª infantil – 6.57); Joana Martins (4ª infantil – 7.04); Fátima Paiva (5ª infantil – 7.05); Miguel Pinto (2º infantil – 5.52); Simão Albuquerque (3º infantil – 6.19); Ana Rita Azeitona (1ª iniciada – 6.53); Vicente Albuquerque (3º iniciado – 5.40); João Mourato (6º iniciado – 6.52 ); Pedro Casaca (7º iniciado – 6.54); Catarina Carinhas (4ª juvenil – 7.22); Ricardo Cordeiro (5º sénior – 5.07); André Trindade (7º sénior – 5.20); Paulo Rodrigues (6º veterano – 5.54); José Rijo (10º veterano – 7.59);        Resultados completos.

Ligas AADP. Ainda existem?

As Ligas AADP têm constituído um ingrediente de peso nos últimos anos para animar os clubes e atletas do distrito. Já tiveram várias denominações e quando foram lançadas perseguiam objectivos muito concretos, tendo alcançado resultados que muito bem conhece quem acompanha o atletismo distrital há muitos anos. A Liga AADP de Corta-Mato tornou essa especialidade fantástica numa referência do atletismo distrital. Com algumas alterações têm vindo a ter continuidade mas na presente temporada ninguém dá por elas. Vamos a meio de Fevereiro e nem regulamentos, nem pontuações, nem nada. Constou-se-nos que iria surgir uma nova Liga, a de Milhas Urbanas mas até à data não surgiu, que saibamos, nada de concreto. Os atletas questionam-nos sobre as pontuações deste ano e lá lhes vamos dizendo para terem calma, que acabarão por surgir. Tanta calma vão tendo que até já se evitam de ir às provas. Pensámos que seria até um problema particular do ACP, falta de liderança ou coisa do género mas, verificando as folhas de classificações do Distrital de Degolados, constatamos o número de classificados nos escalões jovens (6 benjamins fem, 6 benjamins masc, 6 infantis fem, 4 infantis masc, 3 iniciadas, 11 iniciados, 3 juvenis fem, 6 juvenis masc, 0 juniores fem, 5 juniores masc) e notamos bem que a desmotivação dos mais jovens está longe de ser um problema específico do ACP. Porque pensamos que eram consensuais, embora de facto inovadoras no panorama nacional, pois mais nenhuma AARR as possuía, fazemos um apelo à AADP para que não as deixe definhar. Para surtirem efeito deverão ser atempadamente dadas a conhecer e operacionalizadas em tempo real. Com tão escassa participação será assim tão difícil iniciar e manter uma classificação actualizada?